domingo, 15 de maio de 2011

DOUTOR INTÉ OUTRO DIA

Doutor inté outro dia
basta você precisar
um criado às suas ordens
na Serra do Jatobá

Pros almoço tem galinha
tem quaiada pro jantar
água cheirosa de tanque
pra vosmecê se banhar

Leite quente ao pé da vaca
quando o dia amanhecer
café torrado no caco
de quando invez pra você

Aguardente potiguar
caso goste de beber
capim mimoso verdinho
pra seu cavalo comer

Pra vosmecê fazer lanche
mel de abelha com farinha
tem da fonte milagrosa
água fria na quartinha

Pra vosmecê se deitar
uma rede bem arvinha
leve tombém sua muié
proque lá só tem a minha
      (Zé Praxedes)

2 comentários:

  1. Parabéns professora.
    Há muito tenho procurado estes versos, os quais ouvia pelo rádio, quando menino, na voz do saudoso Sr Elói, nas manhãs caririense, no programa "coisas do sertão", na capital do Cariri.
    Hoje moro em Fortaleza, há mais de trinta anos.
    Continue defendendo a nossa cultura.

    Um forte abraço,

    Júlio Campos

    ResponderExcluir
  2. Bons tempos em que acordava cedinho pra tomar café e escutava os versos na voz de Seu Elói no Coisas do Sertão...

    ResponderExcluir